Félix Briano, batera do Dark Season, apresenta seu arsenal

Estamos inaugurando mais uma série no Full Rock, – Backstage – nela vamos tentar mostrar o algo mais por trás dos shows, notícias e gravações. Nesse post temos Félix Briano, baterista do Dark Season, apresentando os detalhes de sua bateria, marcas, especificações técnicas, bugingangas e perfumarias. Confira:

Visão geral da bateria toda montada

Visão geral da bateria toda montada

“Meu kit é composto por tambores Odery Hand Made Custom, nas seguintes medidas:

Tom 08″x 08″
Tom 10″x 09″
Tom 12″x 10″
Tom 13″x 11″
Surdo 16″x 16″
Bumbos 22″x 18″
Caixa 14″x 6″1/2

Tons, surdo e bumbos encomendei um pouco mais profundos que o padrão atual de mercado para extrair o máximo de grave possível, afinal, toco Death Metal; optei por não usar nenhum revestimento ou acabamento laqueado para que não interferisse no som. Foram apenas encerados. Todos com peles Luen DP no ataque e Evans na resposta.

Dois bumbos 22"x 18" compões a bateria

A caixa encomendei nas medidas para que ela tivesse ataque, volume e grave, além do agudo já característico da peça em si. Com isso ela tem o casco espesso e uma profudidade que garantiu esse equilíbrio sonoro. Uma época me desfiz dela, mas após dois anos consegui comprá-la de volta. É na cor preta com ferragens pretas, exceto os aros die-cast da marca Gibraltar. Nela uso peles HDDry no ataque e Hazy 300 na resposta, ambas da Evans. Não me imagino tocando em outra caixa.

Uso ferragens da Pearl: estantes de prato, extensores, clamps, suporte de caixa, pedais e máquina de chimbau. Só o banco, que é um Tama 1St Chair. Os pedais são dois Pearl P-2000B/C Eliminator. Ele vem com corrente e fita como opção de acionamento além de inúmeras regulagens, que são até perigosas, pois você tanto pode transformá-lo num excelente pedal quanto fazer ele ser pior que os pedais que acompanham as baterias BNB.

A máquina de chimbau que uso no kit quando montado os dois bumbos é uma H-1000 só que eu retirei as pernas dela e a uso presa no bumbo esquerdo com um clamp específico.

Quando uso o kit com pedal duplo (também um Pearl Eliminator) uso minha outra máquina de chimbau, uma Pearl Eliminator H-2000. O legal é que ela tem os mesmos recursos dos pedais e tem apenas duas pernas ao invés dos tradicionais tripés para não rolar a famosa briga de espaço entre pedal remoto e as pernas da máquina de chimbau.

Félix Briano, Dark Season, em ação

Félix Briano, Dark Season, em ação

Como ainda estou em fase de troca de pratos, vou mandar o set que eu usava até um mês atrás, que eram Octagon Groove.

Mini-Hat 12″
Power Hat 13″
Full Crash 18″
Power Crash 18″
Power Crash 20″
Splash 08″
Splash 10″
China 9″ 1/2
Mini-China 11″ 1/2
China Type 15″
China Type 18″
Power Ride 20″
Power Ride 20″

De bugingangas tenho um metrônomo Boss DB-12 e triggers Deval para bumbos e caixa.

Além disso tenho bags e cases para transporte do kit todo, pois mesmo com o apoio que tive da Odery e Octagon à época que adquiri meu material, sei que isso custa caro, e precisa ser transportado sem se desmanchar com o tempo. Sou muito grato em especial à Odery na pessoa de Maurício Cunha, que depositou confiança no meu trabalho com o Dark Season.

Bom é isso que eu uso e valeu!”

Quem é Fábio Pitombeira ?

Trabalha desde 2002 com produção de shows em Teresina. Teve a oportunidade de trabalhar com grandes nomes do Heavy Metal e Rock and Roll como Paul Di Anno, Ira!, Hangar, Angra, Shaman, Andralls, Drowned, Clamus, Dark Season, Megahertz, Anno Zero, Empty Grace, Morbydia, Káfila, entre outros.

Publicidade

Deguella - Clique e Ouça

Comente com seu perfil do Facebook

7 Comentários

Comente direto no site

Deixe um comentário, ou adicione um trackback em seu site/blog. Você pode acompanhar os cometários via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *